SÓ 13,38% – SAAE de Codó prevê fim da falta de rede de esgoto para daqui a 20 anos

Um velho problema de Codó para o ano novo – saneamento básico . Na cidade, 27.934 residências recebem água na torneira, mas apenas 3.740 tem acesso à uma rede de esgoto.

Sem esgoto no Codó Novo

Percentualmente isso representa dizer que apenas 13,38% das famílias de Codó tem acesso à rede de esgoto, todo o resto ainda se vira da maneira como pode e é importante dizer que grande parte desta população ainda enfrenta esta situação de maneira bem precária.

Aqui ainda é comum a constrangedora imagem dos banheiros de palha e próximo deles a fossa improvisada, geralmente um buraco no chão, paredes de barro ou palha de coco babaçu com portas protegidas por lençóis ou plásticos envelhecidos pelo tempo.

É a realidade, por exemplo, da casa de Ismael Rocha no bairro Codó Novo, o mais populoso da cidade.

As condições de saneamento numa situação desta colaboram  mais ainda com riscos de várias doenças segundo as autoridades de saúde.

 “Ciô quando enche a gente tem que abandonar, abandona e faz outra, outro buraco e faz outra casinha igual a esta dali é a cisterna nossa…E SE TIVESSE REDE DE ESGOTO? Era uma melhoria porque tem a encanação do uso por dia, da pia, também o banheiro que a gente precisa usar dentro de casa já fica va tudo facilitado, ia pro esgoto, não ficava aquela água na porta, aquele transtorno que fica pra todo mundo”, disse-nos o pedreiro.

PLANO DE 20 ANOS

E a previsão para 2019 não é das melhores. Nós ouvimos o diretor do Serviço Autônomo de Água e Esgoto de Codó, Evimar Barbosa.

Disse que não há dinheiro para realizar obra tão grandiosa que eleve a cobertura de esgoto, de concreto neste sentido há apenas a elaboração do chamado  Plano Municipal de Saneamento Básico, mas nem fazê-lo sair do papel e virar realidade é pra agora.

 “Porque o plano foi elaborado pra um horizonte de 20 anos. Ao longo desse período foi programado que o governo municipal, o atual e o que entrar no futuro, pode captar recurso no governo federal para elaboração desse projeto de conclusão de obra de esgoto (…) o principal era planejar, então já está planejado obra de esgoto pro município de Codó, agora o caminho é captar esse recurso no Governo Federal ou no Governo do Estado”, afirmou

OUÇA O DIRETOR DO SAAE

2 comentários sobre “SÓ 13,38% – SAAE de Codó prevê fim da falta de rede de esgoto para daqui a 20 anos”

  1. Meu Deus do céu e pq não corram atrás disso , e muito importante mais que um espaço de evento na cidade , tem que se colocar como uma das prioridade da cidade ,

  2. Agora dinheiro p construir um espaço p adorarem o PreFake durante o carnaval está até sobrando, né?!

    Alô Ministério Público! A Dra. LINDA Luz ainda “trabalha” em Codó?!

Deixe uma resposta