Só 493 mulheres têm habilitação no trânsito de Codó

Dados atualizados dos órgãos de trânsito mostram que Codó já possui uma frota de mais de 27 mil veículos, mas o número de motoristas e motociclistas habilitados não cresce na mesma proporção. Poucos têm a consciência de Raimundo Almeida Araújo, o Parente,  de posse de sua Carteira Nacional de Habilitação há 6 anos.

 “É muito bom você andar legalmente com a população (…) então pra você andar, carregar passageiro, ir e voltar, você tem que ter documento”, disse o mototaxista

OS NÚMEROS

Números exatos  mostram que apenas 5.938 pessoas têm habilitação para o trânsito em Codó.

Menor ainda é o número de mulheres, apenas 493 estão guiando nas ruas como manda o Código. Todo o restante, fora desta estatística, dirige ou pilota ilegalmente  aumentando os riscos em um trânsito que matou 37 pessoas só no ano passado.

 “Quem não tem  habilitação não sabe a respeito de sinalização e por isso costuma gerar acidentes, consequentemente vem a óbito pessoas”, frisou Amós Barbosa

Para a maioria, a falta de conhecimento adquirido no ato de se ‘tirar a Carteira” leva a erros perigosos. É como pensa, por exemplo, o produtor musical Maurício Eduardo Silva Neto.

 “Os erros mais frequentes é passar no sinal vermelho, cortar pela direita, não corta pela esquerda, tem contramão, tem tudo (…) aqui é uma cidade que, realmente, o trânsito é caótico demais”

É DINHEIRO?

Entre os 80% que precisam do documento, a justificativa é a da falta de dinheiro.

“Eu acho que é mais pelos valores porque a carteira hoje tá custando de R$ 1.500,00, à R$ 1.600,00, aí a gente vai fazer a prova, fica reprovado tem que pagar tudo novamente, novos testes, então a dificuldade maior pra gente tirar a carteira é isso aí”, reclamou-se Jorge Oliveira

Mas quem já conseguiu, como o mototaxista Marcelino Ferreira,  diz é preciso apenas um pouco mais de boa vontade e organização. Poupar, neste caso, ajuda.

“A gente tem que fazer o esforço porque se a gente não fizer o esforço a pessoa não tira nunca”, afirmou

4 comentários sobre “Só 493 mulheres têm habilitação no trânsito de Codó”

  1. se pegasse seu salário e poupasse seriam bem melhor tanto homens quanto mulheres ao invés de investir em festas finais de semana!

Deixe um comentário