Fale com Acélio

Teremos uma semana movimentada na Câmara Municipal de Codó  quanto ao Projeto de Lei 27/2023 que visa barrar  o uso de R$ 4.227.937,55 dos precatórios do FUNDEF.

Uma emenda substitutiva  assinada por  Araújo Neto, Valdeci Calixto, Evimar Barbosa, Iltamar Muniz, Leonel Filho, Rodrigo Figueiredo e Raimundo Carlos da Silva vem bolando nas comissões desde o dia  05 de setembro de 2023, data do protocolo, às 18h42min daquele dia.

Visa sustar (impedir) que Zé Francisco torre os R$ 4,2 milhões do jeito que já programou sem dar qualquer centavo aos educadores.

Na semana passada, dia 3 de outubro, os vereadores aliados de Zé Francisco sumiram, não foram trabalhar. Mas o governo mandou, no lugar deles, dezenas de vigias e zeladoras para não deixar sequer os professores sentarem. Quem falasse contra o governo que fosse vaiado, também era ordem superior do governo mais covarde que já tomou conta de Codó nos últimos 100 anos.

A terça-feira, 10,  já vai começar com paralisação dos professores, com protestos em frente à Prefeitura de Codó  pela manhã e protestos dentro da Câmara a partir das 18h.

Já existem rumores de que os vereadores vão trabalhar  nesta terça e que votarão contra ou a favor da suspensão do uso dos R$ 4.227.937,55 dos precatórios da forma como Zé já programou. A tendência é que votem contra os professores, mas surpresas podem ocorrer se acharem um jeito de não desagradar o prefeito.

Seguimos acompanhando.

 

Um comentário sobre “Terça-feira com paralisação e muitos protestos dos professores na prefeitura e na CÂMARA por causa dos R$ 4.227.937,55 dos precatórios”

  1. A atuação do sindicato é absolutamente normal.
    Covarde é esse ataque irascível do blog contra o governo. Não há reserva de lugares na galeria da Câmara, que são ocupados por ordem de chegada, e não do governo.
    Acerca dos precatórios, o executivo não fará, como nunca fez, nada que fira a lei.
    Vale lembrar que Zé Francisco foi o único prefeito da história de Codó que pagou o percentual integral dos professores segundo a lei do fundef, fato que até hoje incomoda ex-prefeitos que não pagaram um centavo dos precatórios aos professores.

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

PUBLICIDADES

A CONVERSA É COM ACÉLIO TRINDADE

APP RAD MAIS

Dra. Nábia, PEDIATRA

JÉSSICA COUTINHO

IMPULSO CRED

REGIONAL TELECOM

Marque Consulta

FC MOTOS

LOJA PARAISO

FARMÁCIA DO TRABALHADOR

PANIFICADORA ALFA

OPTICA AGAPE

SUPERLAR

BRILHO DO SOL

 

CAWEB FIBRA

PARAÍBA A MODA DA SUA VIDA

Venda de Imóveis Codó-MA

HOSPITAL SÃO PEDRO (HSP)

Óticas HP

CARTÃO NOROESTE

 

 

SEMANA RAD+

GABRIELA CONSTRUÇÕES

Imprima

Lojas Tropical

 

Mundo do Real

Reginaldo

Baronesa Janaína

RÁDIOS NET

EAD – Grátis

Categorias