Timbiras – Presidente do SIND SERT emite NOTA DE ESCLARECIMENTO

Nota de Esclarecimento

Daniel SANTOS
Daniel SANTOS

Em virtude da repercussão negativa da nota informativa divulgada pelo Blog do Jota Orlando e Blog do Acélio, venho através deste informar a todos os Servidores Municipais e quem mais quiser saber que, em momento algum a nota emitida fala em agradecimento ao Prefeito de Timbiras pelo pagamento do salário de dezembro de 2008 e sim em nome do SIND SERT e na qualidade de Presidente da referida entidade agradeci pelo compromisso de cumprir o acordo.

Informo ainda que o titulo da postagem “Sindicato agradece à Fabrízio do Foto por pagar salário de dezembro de 2012” é de responsabilidade dos Blogs acima citados, assim como todo o texto colocado logo acima da nota informativa publicada. A presidência se responsabiliza pelo texto que estar na nota.

Ainda em nível de esclarecimento informo a todos os comentários tecidos ao SIND SERT, que GRATIFICAÇÃO a administração oferece a quem desempenha algo além de sua função ou se a administração não paga por seu trabalho a mais deixe de exercer a mesma e cobre na justiça o que lhe devem.

Aos que comentaram que o Sindicato não lhe representa, digo: primeiro não sei quem é você, então não sei se você é filiado.

Aos que dizem que é um Sindicato de “Pelegos”, digo: o sindicato tem mais de 200 filiados, porém poucos sócios comparecem as reuniões.

Ao ex- presidente do SIND SERT, Edivaldo Portácio, digo: O SIND SERT foi fundado no ano de 2005, o Edivaldo governou o SIND SERT no período de 2005 a 2011, lembro a todos, que nas administrações de Dr. Chagas Rodrigues (1989 – 1992), Francisco de Sousa Araújo “Chico do Foto” (1993 – 1996), Dr. Robson Antonio (1997 – 2004), Dirce Maria (2005 – 2008) e Nonato Pessoa (2009 – 2012), todos ficaram devendo o salário de dezembro quando findou seus mandatos e ninguém recebeu até hoje, porém somente na atual Presidência do SIND SERT conseguiu um feito histórico, bloqueou as verbas do município em dezembro de 2012 e depois fez um acorde de pagamento do salário de dezembro de 2012 (dividindo em oito parcelas) juntamente com o SIMPROESSEMA, aí eu pergunto o que você fez Edivaldo, para forçar a administração de Dr. Robson e Dirce Maria a pagarem os salários de dezembro de 2004 e dezembro de 2008? Respondo, você não fez NADA.

Pelo contrario durante sua administração no SIND SERT passamos todo esse tempo pagando aluguel, hoje temos uma sede própria com as melhores instalações possíveis. Edivaldo, até hoje você nunca prestou contas de um centavo que foi gasto na sua administração e ainda deixou várias dividas para Sindicato pagar, no próximo mês finda o mandato da atual administração na qual sou presidente e estarei inaugurando a sede do SIND SERT e a prestação de contas do ultimo ano e sem nenhuma divida do SIND SERT. Sairei de cabeça erguida etrabalho cumprido e consciência limpa.

Atenciosamente,

Daniel Gleyson Silva dos Santos

5 comentários sobre “Timbiras – Presidente do SIND SERT emite NOTA DE ESCLARECIMENTO”

  1. Presidente do Sindsert, ainda bem que você vai sair, já deveria ter saído, pois não representa bem os trabalhadores do serviço público municipal de Timbiras.
    O texto que você publicou diz literalmente que você agradece ao atual prefeito por ele “pagar” um direito dos funcionários. Creio que Dandan do 15 não está contente com isso não. Não houve avanço trabalhista em nada. Não adianta chorar pelo leite derramado, é o que diz a sabedoria popular.

  2. O prefeito não fez mais que a obrigação, quem trabalha quer receber e se o sindicato não entrasse com uma ação contra o município nós enquanto funcionários poderíamos muito bem acionar a justiça e buscar meios legais para recebermos o nos era devido não temos agradecer a prefeito nem tão pouco a presidente de sindicato

  3. O prefeito não fez mais que a obrigação, quem trabalha quer receber e se o sindicato não entrasse com uma ação contra o município nós enquanto funcionários poderíamos muito bem acionar a justiça e buscar meios legais para recebermos o que nos era devido não temos agradecer a prefeito nem tão pouco a presidente de sindicato

Deixe um comentário