‘TOME BUSCOPAM” – Jovem prestes a parir denuncia que teve atendimento de urgência negado pelo SAMU de Codó

Uma jovem que identificou, por mensagem de WhatsApp, como Maria Fernanda de Almeida Tavares, de 18 anos de idade, fez uma denúncia contra o Serviço Móvel de Urgência. No dia 8 de março de 2020, por volta das 23h, ligou pedindo ajuda.

Estava com dores do parto e não suportava ir de mototaxi até o HGM, mas teve atendimento negado e, em razão disso, teve que pagar táxi. Leia o relato da jovem:


Oi bom dia. Mais uma vez tenho uma denuncia a fazer , quero que exploda essa notícia.

Eu estava grávida e senti dores por volta de umas 15:00hrs da tarde , liguei para o Samu eles vieram e me atenderam super bem , ate ai tudo bem , fomos no hospital e ainda n tinha dilatado nada , voltei para casa , o dr que me atendeu não tenho nada a reclamar pois ele é o melhor médico que tem no hgm , ele me aconselhou voltar caso a dor aumentasse…

Quando foi as 23 horas a dor aumentou e fiz justamente o que o dr Rafael me pediu , voltar ao hospital.

Eu não aguentava ir de moto liguei para o SAMU , me negaram atendimento no SAMU e me aconselharam a tomar um buscopan , tive que pagar taxi para ir ao hospital , cheguei la ja tava cm 2 centímetros de dilatação.

Negligência total por parte do atendimento da samu

Tudo isso aconteceu no dia 08/03/2020

Meu nome é Maria Fernanda De Almeida Tavares,  tenho 18 anos


Ainda aguardamos a manifestação do SAMU sobre este caso.

Deixe uma resposta