Fale com Acélio

Ex-trabalhadores da empresa MARTINS & REIS, que intermediava serviço de vigilância junto ao Governo do Estado na área da Educação (empresa terceirizada), estiveram hoje na sede da Unidade Regional de Educação para cobrar pagamento das indenizações trabalhistas.

Eles denunciam que a rescisão contratual foi realizada em 29 de fevereiro de 2024 e até hoje nada foi pago aos trabalhadores