Veja o que deixou de acontecer por falta de vereador na Casa Legislativa

Jacinto Junior não pôde ser sabatinado. Bandas ficam sem porcentagem

Os dois vereadores de oposição que compareceram à Câmara nesta segunda-feira, 9, lamentaram a falta de quórum. Hoje era o dia da sabatina do secretário municipal de educação, professor Jacinto Junior.

De acordo com, Pedro Belo, seriam vários os questionamentos a respeito das falhas constatadas pelos edis em relação à pasta. Estes incluiriam assuntos como merenda escolar, professores em falta nas escolas e muitos outros pontos que carecem de esclarecimentos.

“É a falta de alimentação escolar, a falta de professores na sala de aula, é a ajuda de custo dos professores que vão para a zona rural e muitas coisas que iam ser esclarecidas hoje aqui Geraldo, a reforma de escolas em período letivo”, disse Pedro Belo em entrevista à Geraldo Sanches.

30% PARA BANDAS LOCAIS

Também deixou de ser votado um projeto que estabeleceria para a contratação de bandas locais o percentual de 30% de todos os recursos disponíveis para eventos festivos realizados pela Prefeitura de Codó.

“Projeto que ia estabelecer um parâmetro para que o prefeito contrate em seus eventos os grupos que fazem a cultura de Codó local, íamos estabelecer até 30% desses recursos gastos com bandas locais, seria discutido hoje nessa Casa, então eu fico triste”, lamentou Pedro

3 comentários sobre “Veja o que deixou de acontecer por falta de vereador na Casa Legislativa”

  1. Vereadores perguntam-Por que não tem professores para algumas escolas?
    Jacinto Junior responde-Estamos planejando dentro do desenvolvimento
    Vereadores perguntam-Por que tem escolas que falta merenda?
    Jacinto Junior responde-Estamos reordenando a distribuição proporcional
    Vereadores perguntam-Por que tem escola ainda em reforma?
    Jacinto Junior responde-Porque estamos no limiar da pós-modernidade
    Vereadores perguntam-Por que as escolas da zona rural estão carentes?
    Jacinto Junior responde-São escolas tradicionais e Paulo Freire condena

    Assim é o secretário do Zito,difícil de ser entendido.

  2. Liberdade de imprensa finalmente foi respeitada em Codó…

    Nesta segunda-feira, 9, o Presidente da Câmara Municipal de Codó, Vereador João de Deus, derruba a decisão do Vereador Zaidan, que proibia a entrada da TV Palmeira do Norte naquela casa quando presidente interino da mesma. O motivo teria sido pelas inúmeras denúncias realizadas na TV Palmeira do Norte, no programa “Codó Acontece”, pelo apresentador Edmilson Filho, de corrupção praticadas por alguns Vereadores na Câmara Municipal de Codó.

    O então Vereador Zaidan, um dos denunciados, não satisfeito, fez valer o poder que horas exercia como presidente interino, proibindo a TV Palmeira do Norte de realizar seu trabalho, e de colher e levar as devidas informações da Câmara Municipal de Codó para toda a população codoense. Segundo informações, a volta do Presidente João de Deus, mesmo sem poder por questões de saúde, teria sido antecipada justamente para por ordem na casa, e acabar com a ditadura de seu substituto.

    As denúncias ainda continuam na TV Palmeira do Norte, pois um dossiê preparado pelo grupo opositor e entregue na emissora, comprovam através de documentos, o desvio vergonhoso e criminoso do dinheiro público. Este mesmo dossiê já foi entregue ao Ministério Público de Codó, e está sendo investigado em todo seu teor. Muito em breve teremos uma resposta da promotoria sobre essas denúncias gravíssimas de corrupção, na Câmara Municipal de Codó.

    Enquanto isso, vamos continuar assistindo a TV Palmeira do Norte lá de dentro da Câmara Municipal, agora que a liberdade de imprensa finalmente foi respeitada em Codó. O apresentador Edmilson Filho mais conhecido como “Pé de Queijo”, deve está feliz da vida, pois, denunciar falcatruas e desvio do dinheiro público, é o que ele faz melhor, por isso, a absoluta audiência do horário.

Deixe um comentário