Veja os números do combate ao glaucoma feito no Maranhão pelo governo de Roseana Sarney

A Secretaria de Estado de Saúde (SES), em parceria com o Ministério da Saúde, está beneficiando milhares de pessoas com o mutirão oftalmológico para o diagnóstico e tratamento da catarata e do glaucoma. Já foram realizadas 8.428 consultas para diagnóstico, 1.854 cirurgias de cataratas e 123 de pterígios em 65 municípios maranhenses. A ação visa facilitar o acesso da população do interior do estado a assistência oftalmológica.

As pessoas que têm dificuldades de visão e mais de 40 anos de idade são avaliadas por equipes de oftalmologistas contratados pela SES. Constatados casos de catarata, os pacientes são submetidos a intervenção cirúrgica em hospitais localizados nos municípios em que é feito o atendimento. Nos casos de catarata e pterígio, o tratamento é cirúrgico, por meio de uma rápida intervenção. Os pacientes que apresentam glaucoma são tratados com o uso de colírio.

Os primeiros mutirões ocorreram em abril. A regional da SES de Pedreiras atendeu aos municípios de Bernardo do Mearim, Lima Campos, Lago dos Rodrigues e Lago do Junco. Foram realizados 714 atendimentos. Na regional de Presidente Dutra foram beneficiadas pessoas residentes nos municípios de Aldeias Altas, Graça Aranha, Tufilândia, Olho d’Água das Cunhãs e localidades próximas com a realização de 399 atendimentos.

Nas cidades de Vargem Grande, Itapecuru-Mirim, Nina Rodrigues e Presidente Vargas foram contabilizadas 622 consultas para diagnóstico de glaucoma.  No total foram realizados 1.735 atendimentos, com 292 cirurgias de cataratas e 34 de pterígios.

Julia Aguiar Mendonça, 75 anos, moradora do povoado Bela Vista, em Presidente Vargas, foi uma das pacientes diagnosticadas com catarata. Quebradeira de babaçu, ela teve que abandonar a atividade em conseqüência da perda parcial da visão. “Não tenho condição de pagar particular para fazer a consulta e a cirurgia em São Luis. Estou muita agradecida porque vou ter a oportunidade de ficar curada”, disse.

Em maio foram realizados, nos municípios de Anapurus, Mata Roma, Milagres do Maranhão e Santa Quitéria, quando 390 pessoas foram consultadas e 47 beneficiadas com cirurgias de catarata e 25 de pterígio. Nas cidades de São Domingos do Azeitão, Benedito Leite, São Raimundo das Mangabeiras e Sambaíba foram 220 atendimentos, com 40 cirurgias de catarata e 24 de pterígio.

Também foram beneficiadas as populações de Morros, Cachoeira Grande e Presidente Juscelino com 57 consultas para diagnóstico do glaucoma, nove cirurgias de catarata e três de pterígios. Ainda no mês de maio foram realizadas na Raposa 155 consultas, sendo 13 cirurgias de catarata e seis de pterígios. No total foram 822 consultas no mês de maio, 109 cirurgias de catarata 58 de pterígios.

Mais de 500 atendimentos  – Em junho, nos municípios de Sucupira do Norte,Fortuna, Mirador e Jatobá foram 311 consultas para diagnóstico de glaucoma, com 45 cirurgias de catarata (18 em Mirador; 10 em Jatobá; 4 em Sucupira e 13 em Fortuna) e 22 de pterígios.  Nos municípios de Pedreiras, São José dos Basílios e Jenipapo dos Vieiras foram 225 consultas para diagnóstico e tratamento do glaucoma e 23 cirurgias de cataratas, fechando o mês de junho com 536 consultas e 68 idosos beneficiados.

O aposentado Raimundo Alcântara, 73 anos, morador do povoado Couro Danta dos Mota, em São José dos Basílios, retrata a realidade vivida por muitas pessoas. Ele disse que não tem parentes em São Luis para marcar a consulta pelo Sistema Único de Saúde (SUS) e não tem dinheiro para pagar a cirurgia particular em Presidente Dutra. “Sofro muito. Vivo me perdendo dentro de casa, não consigo enxergar direito e acabo ‘esbarrando’ nas pessoas e móveis. Quando soube que teria este mutirão aqui na cidade vim logo aproveitar para consultar e fazer a cirurgia de catarata”.

Mutirões 

Neste mês, os mutirões beneficiaram os municípios de Coroatá, Peritoró, Timbiras e Alto Alegre do Maranhão com 809 consultas para diagnóstico do glaucoma. Na regional de Chapadinha foram realizados mutirões em Brejo e Chapadinha – contabilizando 619 consultas para diagnóstico do glaucoma e 212 cirurgias de catarata.

Nos atendimentos de Vitória do Mearim, Arari e Codó foram feitos um total de 1.108 consultas, 296 cirurgias de catarata e nove pterígios. Maria do Socorro Costa da Silva, 55 anos, foi uma das pessoas beneficiadas em Arari. Ela contou que já havia consultado em São Luis e chegou até a fazer os exames pré-operatórios. “Quando soube que ia ter cirurgia aqui no município, tratei de vim logo cedo para garantir atendimento. Assim, o evito de voltar para fazer em São Luis”.

As populações dos municípios de Rosário, Bacabeira, Axixá, Santa Rita, Cachoeira Grande, Presidente Juscelino, Morros, Icatu, Igarapé do Meio, Monção, Humberto de Campos, Primeira Cruz, Santo Amaro e Barreirinhas também foram contempladas, com um total de 2.368 atendimentos e 505 cirurgias realizadas.

Foram feitas 1.240 consultas nas regionais de Pinheiro e Viana. Em Pinheiro foram beneficiados os moradores de Palmeirândia, Turilândia, São Bento, Peri-Mirim, Mirinzal, Bequimão, Presidente Sarney e Pinheiro com um total de 269 cirurgias. Na regional de Viana foram realizadas 103 cirurgias nos moradores de Viana, Matinha, Vitória do Mearim, Penalva, Pedro do Rosário e Santa Inês.

Deixe um comentário