Vereador aponta saúde e educação como setores que mais afetam a população

Rodrigo Figueiredo
Rodrigo Figueiredo

Em sessão ordinária realizada na noite de segunda-feira (03) na Câmara Municipal de Codó, o vereador Rodrigo Figueiredo (PDT) destacou algumas das deficiências do poder público municipal com relação à prestação de serviços à população.

O parlamentar classificou as pastas da saúde e educação como as áreas da administração que mais tem afetado negativamente aos codoenses, tachando-as como setores de “massacre”, devido a ineficiência com que tem servido os moradores.

SAÚDE

O vereador disse que no setor de saúde, a população tem sido vítima do descaso que vem acontecendo no município. Para Rodrigo, hoje, as pessoas mais humildes, carentes, principalmente aquelas que dependem de uma saúde pública de qualidade não tem em Codó. O edil informou que tem cobrado melhorias, mas os serviços não chegam até as comunidades ficando, portanto, um cenário preocupante com a falta de assistência adequada.

Nos postos de saúde, assim como no HGM são filas quilométricas, para se conseguir um exame, filas imensas e obriga as pessoas, muitas vezes passar a madrugada para conseguir uma simples consulta. Crianças sofrendo no município de Codó sem atendimento pediátrico de qualidade e essa é, infelizmente, a situação difícil da saúde do município de Codó”.

Rodrigo lembrou que os Postos de Saúde que foram amplamente propagados pelo governo municipal, a população até então, mesmo diante de tantas necessidades, ainda não pode se beneficiar com essas obras que estão há mais de dois anos em construção.

 EDUCAÇÃO

 De acordo com o pedetista, na área da educação pública a situação é parecida. Conforme o parlamentar, as crianças vêm sofrendo com a falta de merenda que é um direito garantido por Lei e, no entendimento de Rodrigo, o atual governo comandado pelo prefeito Zito Rolim tem cumprindo com a obrigação que é oferecer uma merenda de qualidade e de forma contínua aos alunos, sobretudo da educação infantil, no município de Codó.

Esse problema vem ocorrendo em várias localidades, regiões importantes – no Polo da Viração. Só para se ter uma base do tamanho do descaso que vem ocorrendo nessa área, da falta de merenda, na escola da comunidade Corujão, que faz parte do Projeto de Assentamento Novo Horizonte, nesse ano de 2014, as crianças só receberam alimentação duas vezes – maio e junho. É uma vergonha, um descaso e abandono com essas crianças no município de Codó”, destacou o vereador que continuou afirmando que em muitos casos a merenda escolar chega a ser a única alimentação diária das crianças.

O vereador disse ainda desconhecer a razão para o não fornecimento de merenda às escolas, uma vez que o município recebe os recursos mensais. Rodrigo apresentou dados de repasses do ano de 2014 feitos pelo Governo Federal à prefeitura de Codó, só pelo PNAE, segundo o parlamentar informou que o município recebeu R$ 3.474.000,00 para merenda escolar, portanto um montante em quantidade de recursos suficiente para abastecer as unidades de ensino da rede pública municipal.

Rodrigo mostrou outros dados de recursos para educação que ao todo, só no ano de 2014, já chegam aos R$ 73.354.000,00. Valor alto, no entanto, o vereador alegou não saber o motivo pelo qual o setor da educação não está sendo dada a devida importância com investimentos, sobretudo, o fornecimento da alimentação aos alunos.

Ascom – Vereador Rodrigo Figueiredo

 

 

Um comentário sobre “Vereador aponta saúde e educação como setores que mais afetam a população”

  1. só blá blá….e ninguém não resolve nada…entra e sai prefeito é a mesmo coisa…

    os vereadores só reclamam e não tomam nenhuma atitude..

    por exemplo….a reforma do HGM e faz mais de ano e esta do mesmo jeito quase…..gastaram mais de 1 milhão de reais….e quase nada…

    ei vereadores porque vcs não fazem uma CPI DO HGM…

Deixe uma resposta