Vereador do PDT expõe dificuldades do homem do campo e pede atenção às suas indicações

Rodrigo Figueiredo
Rodrigo Figueiredo

Rodrigo Figueiredo (PDT) iniciou seu pronunciamento na sessão ordinária desta segunda-feira (20) com um feedback das ações desenvolvidas durante a IX Semana Municipal de Enfrentamento e Combate À Violência e Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes, realizada de 13 a 17 de maio, cujo evento contou com o apoio e participação ativa do vereador.

Após comentar sobre a importância da campanha, Rodrigo falou sobre a 5ª Sessão Itinerante realizada pelo parlamento neste ano de 2013. De acordo com o vereador as discussões na comunidade Boa Esperança da CIT foram referentes a problemas recorrentes de toda a zona rural do município, tais como estradas e educação.

A vulnerabilidade no abastecimento de merenda escolar foi explorada pelo edil. Rodrigo disse ter ouvido de moradores, pais de alunos, que a falta de merenda na escola da comunidade é constante e quando tem é servida em dias alternados.

O vereador disse que a situação é inadmissível, já que as cobranças têm sido feitas por ele e demais vereadores. Mesmo assim o governo não tem tido zelo com a merenda escolar dos alunos.

Nós vamos continuar cobrando até que, em fim, o governo municipal se manifeste e tome medidas cabíveis para garantir uma merenda de qualidade. A merenda escolar é de fundamental importância, uma refeição importante que ajuda as crianças a se desenvolverem e aprender com melhor aproveitamento”, declarou.

As condições em que vive o homem do campo, também foram lembradas pelo parlamentar. Rodrigo disse que o trabalhador rural sabe trabalhar e além de ser uma necessidade, os produtores rurais querem trabalhar. Mas para que isso aconteça é preciso que o poder público, por meio da secretaria de Agricultura, dê suporte e evite que a cidade vire manchete negativa como o que aconteceu há mais de um mês, quando toneladas e toneladas de sementes foram jogadas fora por não terem sido entregues em tempo hábil ao trabalhador rural.

Várias toneladas de sementes foram jogadas fora porque perderam o prazo de validade. É falta de planejamento, é falta de cuidado, é falta de atenção. Essa semente era pra ter chegado ao destino final: o homem do campo, para que ele possa produzir e possa ter melhores condições de vida”, lamentou o vereador.

Rodrigo também abordou a taxa de iluminação pública que é cobrada pela prefeitura, mas os serviços não são prestados. De acordo com o vereador esse problema acontece tanto na sede como no interior do município. A omissão da CEMAR sobre a eficiência na qualidade do fornecimento de energia não escapou dos comentários do vereador que pediu uma audiência pública com representantes da Companhia para explicar o que, de fato, está impedindo a operadora de prestar serviços com a mesma eficiência que cobra dos usuários.

Por fim, Rodrigo lembrou que já são três meses de trabalhos na Câmara e até agora o governo não sinalizou responder aos requerimentos e indicações que são feitos com o objetivo de sanar os problemas enfrentados pela população.

Todos nós fazemos indicações, mas, infelizmente, até agora as minhas solicitações não foram atendidas. São várias indicações. Indicações na área de iluminação pública, melhoria da massa asfáltica, segurança, reforma de pontes e não tem sido atendidas. Apenas a indicação sobre a reforma da quadra poliesportiva do Residencial Santa Rita foi começado”, finalizou

ASCOM/Rodrigo Figueiredo

2 comentários sobre “Vereador do PDT expõe dificuldades do homem do campo e pede atenção às suas indicações”

  1. Prefeito, atenda as reivindicações do jovem vereador……Só pq é oposição não querem fazer??? Um absurdo isso!!!!!!! Ele está aí para mostrar que é capaz e quer trabalhar pela população de Codó. Só não votei nele pq tinha um parente candidato, mas não sou cego, assim como eu, toda população está vendo o seu trabalho e sua boa intenção. ISSO SERVE PARA CALAR A VOZ DE MUITOSSSSSSSSS!!!!!!!!!

  2. O maranhão nunca irá chegar num patamar de qualidade de vida básica, enquanto houver essa política suja, imunda e corrupta. Nosso nordeste já é desprovido de recurso financeiros e vem esses corruptos que manipulam o dinheiro público como fosse deles. Em parte a população também tem culpa pois só votam nos candidatos ricos, poderosos e com grandes chances de ganhar afinal como eles falam ” não vou jogar meu voto fora, pq ele vai perder”. E não excluindo a culpa dos governantes que moldam os populares para isso, de que forma? dificultando o acesso a uma boa educação e consequentemente interrompendo a formação de cidadãos com ideias e opniões próprias.

Deixe um comentário