Violência preocupa população de Timbiras

Violência Timbiras

Timbiras passa por uma série de fatos violentos que tem preocupado a população local. Assaltos e roubos de motos, consumo excessivo de álcool e drogas ilícitas, brigas entre gangues juvenis, lesões corporais e tentativas de assassinatos, tem sido constantes no Município, principalmente nos finais de semanas.

Entre as vítimas de roubo a motos, a mais recente é a senhora Erismar Sousa Araujo, que procurou nossa reportagem para denunciar e pedir que se publicasse o fato, na esperança de notícias sobre seu veículo. A motocicleta de sua propriedade, modelo Yamaha XTZ 125 cc, foi subtraída na madrugada do último dia 04 de Dezembro (Domingo), quando acontecia o show da cantora Rosy Vallença no Clube Memorial das Águas, centro de Timbiras.

Os assaltos e roubos de motos têm apavorado a população timbirense, pelo motivo de os assaltantes agirem de forma violenta e ameaçadora, sempre de arma em mãos, pondo em risco a vida de quem tem o azar de ser vítima desses meliantes. Geralmente os bandidos são de municípios vizinhos. Outro fato curioso é que poucas motos são recuperadas.

Poder Público e Sociedade

O problema da violência em Timbiras é um dos assuntos da agenda das autoridades e dos membros do poder público municipal. Desde 2009 são realizadas Audiências Públicas, com iniciativa da Câmara de Vereadores, do Ministério Público (Promotor de Justiça – Edilson Santana de Sousa) e da Sociedade, onde são debatidas as situação de perturbação da ordem, na expectativa de se encontrar soluções definitivas para a problemática.

Em Timbiras é consenso entre as autoridades e os participantes dos movimentos sociais a necessidade da união dos poderes Executivo, Legislativo e Judiciário no apoio à Polícia e na prevenção da violência. O Conselho Tutelar revelou dados preocupantes sobre as agressões entre crianças e adolescentes.

O Coordenador Municipal de Juventude, Leondas Júnior, na Sessão Legislativa do dia 05 de Dezembro (Segunda-Feira), fez denúncia sobre confrontos em praças, invasões de eventos e de escolas cometidos por grupos de jovens, adolescentes e até crianças, inclusive do sexo feminino. Leondas Junior pediu melhorias na infraestrutura da cidade, como por exemplo, na iluminação pública.

O caso em Timbiras é tão grave ao ponto de nossa reportagem ter recebido informações sobre a fabricação artesanal de armas tipo ”garrucha.”. Outro fator que potencializa a atual crise é a quantidade excessiva de festas, e a situação piora quando são realizadas várias em um mesmo dia. Quando isso acontece o caos se instala. É notório que Timbiras está se tornando uma “cidade sem lei”.

O Presidente da Câmara Municipal, Vereador Bebeto Coêlho (PV), encaminhou em 18 de Maio deste ano, o ofício nº 061/2011 para a Secretaria Estadual de Segurança Pública do Maranhão SSPMA, comunicando a realidade em Timbiras, e solicitando a presença do próprio Secretário Estadual, senhor Aluisio Guimarães Mendes Filho , bem como a garantia de um Delegado de Polícia Civil fixo, mas não obteve resposta satisfatória.

Em resposta ao Vereador Presidente Bebeto Coêlho (PV), por meio do ofício nº 1356/2011, o Secretário Aluisio Mendes, diz que não será possível a presença dele em Timbiras para uma Audiência Pública, em virtude de compromissos já assumidos.

O Presidente Bebeto Coêlho (PV), explana a motivação do pedido para a SSPMA, dizendo: “O teor versa acerca da insuficiência de segurança pública ostensiva de qualidade na cidade, fruto da falta de estrutura laboral dos policiais militares”.

A Câmara de Vereadores vai realizar dia 14 de Dezembro, a partir das 19 horas, uma nova Audiência Pública para tratar do assunto.

Por Hildenilson Sousa/ Timbiras

Deixe uma resposta