Zito diz que pode ‘puxar a orelha’ de Ricardo Torres e que Nagib poderá ser o prefeito

Em discursos que chegaram na íntegra ao jornalista Francisco Oliveira, do correiocodoense, o prefeito Zito Rolim saiu distribuindo afagos aos integrantes de um palanque na região da Trizidela. Oliveira destacou trechos da fala do gestor municipal onde diz que pode ‘puxar a orelha’ de Ricardo Torres, elogiando-o à frente da saúde.

Zito e Nagib, atrás o secretário Ricardo Torres
Zito e Nagib, atrás o secretário Ricardo Torres

“Aqui nós estamos com o nosso querido secretário Argemiro Filho que tem feito um excelente trabalho, por isso continua a frente da Secretaria de Esportes. Estou aqui também com meu sobrinho Ricardo Torres, secretário de saúde que tem se desdobrado dia e noite para o melhor pela saúde da nossa cidade. É claro, nós não vamos poder resolver, porque se pudesse resolver a Dilma tinha resolvido. O Brasil inteiro está com esse problema de saúde. Mas ele está aí dia e noite, até porque, esse aqui eu posso puxar a orelha porque está lá em casa todo dia. Eu digo: ‘Ricardo vamos ter cuidado, levantar cedo, vamos ouvir as pessoas, vamos ouvir os problemas que temos na sede e na zona rural’, e aí ele está com vocês aqui hoje para confirmar o trabalho que ele tem feito nessa região”, explicou.

SOBRE FRANCISCO NAGIB

O prefeito, de quem todos esperam apoio, também fez referências elogiosas a Francisco Nagib, que até agora tem se mostrado na frente das pesquisas de opinião para consumo interno feitas a pedido de políticos locais, seguido por Pedro Belo.

“Ele pode ser também o prefeito de Codó”, disse Zito aos lavradores presentes.

“Nós ainda temos um ano e meio de mandato. Daqui a pouco vai terminar o prazo para filiação partidária e no mês de junho, daqui a um ano inicia a campanha eleitoral, e é preciso que nós estejamos fortes, nosso grupo tem que está forte. Por isso é que eu peço a vocês que nos escute, nos deem atenção e vejam o que nós estamos fazendo. Muita coisa ainda tem por fazer porque eu não sou louco de dizer que fiz tudo, mas eu sei que se a gente continuar junto, unidos, a gente pode fazer porque sozinho eu não faço nada, sozinho eu não posso realizar aquilo que eu quero. Tem o Francisco Nagib, um grande empresário que tem desenvolvido seu trabalho na área privada de nosso município. Mas também tem futuro. Ele pode ser também o prefeito de Codó. Quem sabe? Se vocês acharem que ele deve ser, se vocês perceberem que ele constrói o desenvolvimento de nossa cidade, por isso eu sou diferente, eu sou eclético. Aqui está para vocês escolherem. Aliás, eu estou dizendo isso, mas ainda não é campanha eleitoral, é só uma prévia isso que a gente está falando pra vocês. O importante é que nós todos estamos unidos”, finalizou o prefeito

11 comentários sobre “Zito diz que pode ‘puxar a orelha’ de Ricardo Torres e que Nagib poderá ser o prefeito”

  1. Desde o primeiro inscrito no blog correio codoense sobre o mesmo assunto, percebia-se que tudo não passava de puro entretenimento fútil e especulativo dos blogueiros. Muita água vai passar d da ponte!!!! Nada contra Ricardo Torres, muito seguro em suas falas (TV), ótimo comportamento,etc…; como administrador é responsável pela saúde do município. Segundo os blogs locais 50% das cotas diárias de consultas pediátricas restringe-se a bilhetinhos da base do governo (secretários, vereadores,etc…) analise!!!
    Vários nomes são comentados também a orégano candidatos: P Belo, C do SAAE, J dos Plásticos, C Nagib,etc.
    O cavalo selado vai passando, ou melhor, uma égua de marido falecido. Quem será que vai domá la a partir de 2017 ???
    Pedro Belo é o garoto da vez, sempre deu guarita ao Gov Flávio Dino nas eleições em Codó; nessa onda embarca também João dos Plásticos; Chiquinho do SAAE homem forte no governo Zito, grande aliado e o presidente do legislativo. Quatro pleitos na bagagem.
    Acredito que dentre os pré candidatos epigrafados, o atual prefeito vai agir pela comodidade. Três pontos importantes fortalece essa possibidade: política (óbvio qual o prefeito não quer eleger o sucessor). Financeiro (não se faz campanha política sem $, estrutura de carro de som, comitê, etc.). HUMANO (Zito Rolim, estaria retribuindo três apoios de Chiquinho Oliveira, noutras campanhas, inclusive quando na eleição). Desta forma ficaria mais leve o sono do Sr. Zito Rolim; claro que a palavra final é a do prefeito e as pesquisas.

Deixe um comentário