Fale com Acélio

FONTE: Blog do Luis Cardoso, publicado em 07/janeiro/2013

Zito Rolim

Divulgada pelo Ministério do Trabalho e Emprego (MTE) no final de dezembro do ano passado, a atualização semestral do cadastro de empregadores brasileiros explorando pessoas em situação análoga à de escravos, a chamada ‘lista suja’ do trabalho escravo, mostra o Maranhão como o quarto Estado com maior número de escravistas. Em dezembro de 2011, o Maranhão aparecia na ‘lista suja’ com 22 empregadores, agora são 30 ao todo.

Carvoarias de Açailândia e Governador Edison Lobão foram autuadas pelo MTE no ano passado. Foto: Reprodução

O município de Santa Luzia do Tide aparece na lista com o maior número de ocorrências, com oito no total. Na sequência, aparece Açailândia, com sete empregadores; Bom Jesus das Selvas (3); Carutapera (2); Bom Jardim (2); Peritoró (1); Maracaçumé (1); São João do Caru (1); Santa Inês (1); Bela Vista do Maranhão (1); Governador Archer (1); Governador Edison Lobão (1) e Codó (1).
A maior parte das autuações do MTE no ano passado – mais de 20 – ocorreu em fazendas de criação de bovinos para corte e produção de leite. Carvoarias de Açailândia e Governador Edison Lobão e fazendas de cultivo de milho de Bom Jesus das Selvas e Santa Luzia também foram autuadas.

Mantida pelo MTE e pela Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República (SDH/PR), a lista é considerada uma das mais importantes ferramentas na luta pela erradicação da escravidão contemporânea no Brasil. A atualização de dezembro foi marcada pela reinserção da construtora MRV, uma das maiores do país.

A atualização evidencia a relação entre superexploração de trabalhadores, violações de direitos e devastação ambiental. Chama a atenção o número de inclusões de pecuaristas e de envolvidos na produção de carvão, dois setores em que flagrantes de escravidão têm sido recorrentes nos últimos anos. Como nas últimas atualizações, nesta também entraram políticos.

A relação tem especial importância porque serve como parâmetro para bancos na avaliação de empréstimos e financiamentos e para empresas na contratação de fornecedores. As signatárias do Pacto Nacional pela Erradicação do Trabalho Escravo, acordo que reúne alguns dos principais grupos econômicos do país, comprometem-se a não realizar transações econômicas com os empregadores que têm o nome na relação.

O nome de uma pessoa física ou jurídica é incluído na relação depois de concluído o processo administrativo referente à fiscalização dos auditores do governo federal e permanece na lista por pelo menos dois anos. Após esse período, o empregador sai da relação se garantir que regularizou os problemas e quitou suas pendências com o governo e os trabalhadores.

Empregadores do Maranhão na ‘Lista Suja’ do Trabalho Escravo*
1. AB de Carvalho (Fazenda Nativa 3; Santa Luzia do Tide)
2. Adailto Dantas de Cerqueira (Fazenda São Jorge; Santa Luzia do Tide)
3. Agenor Batista dos Santos (Fazenda União; Açailândia)
4. Alcides Reinaldo Gava (Fazendas Reunidas São Marcos e São Bento; Carutapera)
5. Alsis Ramos Sobrinho (Carvoaria do Alsis; Açailândia)
6. Antônio Aprígio da Rocha (Fazenda Barro Branco; Santa Luzia do Tide)
7. Antônio Barbosa Passos (Fazenda Reluz; Bom Jesus das Selvas)
8. Antônio das Graças Almeida Murta (Fazenda Lagoinha, na BR-222; Açailândia)
9. Antônio das Graças Almeida Murta (Fazenda Lagoinha, na Rua Rio Grande; Açailândia)
10. Antônio Erisvaldo Sousa Silva (Fazenda Pampulha; Açailândia)
11. Antônio Fernandes Camilo Filho (Fazenda Lagoinha, na BR-222; Bom Jesus das Selvas)
12. Antonio Fernandes Camilo Filho (Fazenda Lagoinha, na Zona Rural; Bom Jesus das Selvas)
13. Antônio Gonçalves de Oliveira (Fazenda União; Carutapera)
14. Antônio Vieira Fortaleza (Fazenda Boa Esperança; Bom Jardim)
15. Elizeu Sousa da Silva (Fazenda Santo Antonio; Açailândia)
16. Esperança Agropecuária e Indústria Ltda (Fazenda Entre Rios; Maracaçumé)
17. Francisco Costa da Silva (Fazendas Asa Branca 1 e 2; São João do Caru)
18. Francisco Gil Cruz Alencar (Fazenda Coronel Gil Alencar (Gilrassic Park); Santa Inês)
19. João Feitosa de Macedo (Fazenda J. Macedo; Bela Vista do Maranhão )
20. José Celso do Nascimento Oliveira (Fazenda Planalto 2; Santa Luzia do Tide)
21. José Edinaldo Costa (Fazenda Palmeiras; Santa Luzia do Tide)
22. José Egídio Quintal (Fazenda Redenção; Açailândia)
23. José Rolim Filho (Fazendas São Raimundo e São José; Peritoró)
24. Lidenor de Freitas Façanha Júnior (Fazenda Maria de Jesus; Governador Archer)
25. Max Neves Cangussu (Fazenda Cangussu; Bom Jardim)
26. Nyedja Rejane Tavares Lima (Fazenda Thâmia; Santa Luzia do Tide)
27. Ramilton Luís Duarte Costa (Fazenda Terra Bela; Governador Edison Lobão)
28. Roberto Barbosa de Souza (Fazenda Barbosa; Santa Luzia do Tide)
29. Rui Carlos Dias Alves da Silva (Fazendas Agranos/Sanganhá/Pajeú; Codó)
30. Vilson de Araújo Fontes (Fazenda Cabana da Serra; Santa Luzia do Tide)
(*) Fonte: Ministério do Trabalho e Emprego (MTE)

5 comentários sobre “Zito Rolim continua na ‘lista suja’ do trabalho escravo divulgada pelo Ministério do Trabalho e Emprego”

  1. O cara que pensa em você toda hora
    Que conta os segundos se você demora
    Que está todo o tempo querendo te ver
    Porque já não sabe ficar sem você

    O cara que pega você pelo braço
    Esbarra em quem for que interrompa seus passos
    Está do seu lado pro que der e vier

    Por você ele encara o perigo
    Seu melhor amigo
    esse cara é o “ZITO ROLIM” 🙂
    esse cara é o “ZITO ROLIM” 🙂

    FELIZ 2013 PREFEITO ZITO

  2. http://www.trf1.jus.br/Processos/ProcessosTRF/ctrf1proc/ctrf1proc.php?tipoCon=2&proc=717845220124010000&proci=0071784-52.2012.4.01.0000&setor=

    Nova Numeração: 0071784-52.2012.4.01.0000
    Grupo: IP – INQUÉRITO POLICIAL
    Assunto: Redução a condição análoga à de escravo (art. 149) – Crimes contra a liberdade individual/pessoal – Direito Penal
    Autuado em: 19/12/2012
    Órgão Julgador: SEGUNDA SEÇÃO
    Juiz Relator: DESEMBARGADOR FEDERAL HILTON QUEIROZ
    Processo Originário: 00.00.96201-1/MA

    Histórico de Distribuição
    19/12/2012-DISTRIBUIÇÃO AUTOMÁTICA DESEMBARGADOR FEDERAL HILTON QUEIROZ
    22/11/2012-DISTRIBUIÇÃO AUTOMÁTICA DESEMBARGADOR FEDERAL PRESIDENTE

    Partes
    Tipo Ent OAB Nome Caract.AUTOR 779 JUSTICA PUBLICA
    PROC/S/OAB ADRIANA COSTA BROCKES
    INDICIADO JOSE ROLIM FILHO
    INDICIADO JOSE EDMILSON MARINHO DE SOUZA
    INDICIADO ANTONIO MAURO DA SILVA AGUIAR

    Petições
    3008030 14/12/2012 18/12/2012 DENUNCIA (MPF)

  3. PRONTA FALEI E FIM DO MUNDO SÃO MUITO FANFARROES KKKKKKKKKKKKKKKKKKK. CONVERSEM COM OS FUNC DA LOJAS DELE. NÃO FUNC PAGO PELO PODER PUBLICO, EH MUITO FACIL FZ FESTA COM O DINDIN ALHEIOS, VCS VÃO CONHECER O … FRLIZ 2013 A TODOS.

Deixe um comentário

PUBLICIDADES

A CONVERSA É COM ACÉLIO TRINDADE

EDITAL

APP RAD MAIS

Dra. Nábia, PEDIATRA

FACULDADE IPEDE

REGIONAL TELECOM

Marque Consulta

FC MOTOS

LOJA PARAISO

PREPARATÓRIO PARA CONCURSO

FARMÁCIA DO TRABALHADOR

PANIFICADORA ALFA

OPTICA AGAPE

SUPERLAR

PHARMAJOY

BRILHO DO SOL

 

CAWEB FIBRA

MUNDO DOS PARAFUSOS

Av. SANTOS DUMONT
CONTATO: (99)98161-3612

PARAÍBA A MODA DA SUA VIDA

Venda de Imóveis Codó-MA

HOSPITAL SÃO PEDRO (HSP)

Óticas HP

CARTÃO NOROESTE

 

 

SEMANA RAD+

 

 

GABRIELA CONSTRUÇÕES

Imprima

Lojas Tropical

Mundo do Real

Cacau Show – Codó-MA

 

Reginaldo

Baronesa Janaína

SÔNIA VARIEDADES

RÁDIOS NET

EAD – Grátis

Categorias