NA TACA DE CIPÓ – Vigias e zeladoras completam hoje 19 dias sem receber salário de julho

O governo de Zito Rolim começa a demonstrar uma crise financeira que vinha sendo segurada à duras penas, mas o primeiro sinal vem de uma área segura e aparentemente cheia da NOTA – que é a  Educação.

Vigias e zeladores de escolas completam hoje 19 dias sem ver um centavo sequer do dinheiro correspondente ao que fora trabalhado no mês de julho. Todo o resto da folha da educação já está até liso de novo, mas zeladoras e vigias continuam chupando dedo  aguentando tudo calado sem poder, ao menos, soltar um miado fino.

No último contato que o blog fez com o governo, ouviu a explicação de que está faltando dinheiro e que estes cidadãos, ora na seca total,  representam cerca de 10% apenas do geral da folha.

A esperança do pagamento deles estaria no repasse extra do Governo Federal, da ordem de mais de R$ 600.000,00 que caiu na conta da prefeitura dia 15 de agosto, segundo previsão da presidenta Dilma Roussef.

Ocorre que a presidente mandou o dinheiro e o governo Descuidando de Nossa Gente, continua deixando zeladores e vigias com fome e necessidade dentro de seus lares.

Apesar de representarem apenas 10% da folha, também são gente e precisam do dinheiro, até porque trabalharam dignamente em funções que nenhum daqueles que gozam do 1º escalão quer desenvolver.

Esta semana vou voltar  à prefeitura para saber do nosso secretário de Finanças, senhor Ataliba Lima Santana, o que diabos está acontecendo.

Educação sem dinheiro?

E o repasse extra de mais de Meio Milhão?

2 comentários sobre “NA TACA DE CIPÓ – Vigias e zeladoras completam hoje 19 dias sem receber salário de julho”

  1. Jornalista Acélio e leitores do blog,

    Informo a todos que o Governo Federal não enviou os recursos prometidos pela Presidente da República no prazo inicialmente estipulado.

    O Governo Federal fixou para amanhã (terça-feira, 20) o novo prazo para o envio dos recursos.

    Tão logo a Prefeitura disponha de recursos, a folha pendente será paga com absoluta prioridade em relação a outras despesas.

    Esclarecemos, finalmente, que a folha pendente será paga com recursos próprios da Prefeitura, caso o Governo Federal não mande os recursos prometidos.

    Atenciosamente,

    Ricardo Torres
    Secretário Municipal de Governo

  2. Essa desculpa de que o “Governo” não mandou os recursos tá tão manjada…recursos existem, mas estão sendo desviados para outros fins nada republicanos.

Deixe um comentário