Fale com Acélio

Congregações da Assembleia de Deus estiveram reunidas na praça de São Sebastião na noite desta quinta-feira, 30, para comemorar o DIA MUNICIPAL DO EVANGÉLICO.

Cerca de 20 congregações estiveram reunidas em um culto gradioso que contou com diversas apresentações musicais e coreográficas.

É POSSÍVEL FALAR DE AMOR E PAZ NA ATUAL CONJUNTURA HISTÓRICA?

Professor Jacinto Júnior

O mundo está cada vez mais se direcionando para o caminho da escuridão. A perfídia, a luminosidade que outrora se mostrava a verdadeira fonte para o estabelecimento da civilidade humana; perde todo seu encantamento e, hoje, rasteja sob o foco da ignorância, da ignomínia e da estupidez; a razão fica paralisada e, em alguns casos se dissipa, dando espaço para o ódio e a sua amplidão.

O refrigério da alma não tem mais a leveza e a brisa do amor para acalentar e alimentar sua existência espiritual; afinal, o homem como espelho do Onipotente que deveria corroborar com a consolidação desse magnífico elemento – o amor -, indubitavelmente, nutre de modo visceral pelo fortalecimento da injustiça e, de igual modo, a injustiça se caracteriza pela ausência de amor em si e para o outro.

Aparentemente, esse sentimento deixou de ser a maior expressão para a humanidade e tornou-se uma espécie de nódoa, de uma vergonha, de uma chaga contagiosa que ninguém ousa se aproximar e/ou utilizar-se dele para manifestar, de peito aberto e coração sangrando, seu pulsar amoroso em relação a outrem. O que vemos, concretamente, e, de forma cabal, é a manifestação mais abjeta do homem civilizado evocar a violência e o ódio como instrumentos naturais para mobilizar outros e canalizar mais ainda a violência contra quem, supostamente, é considerado como inimigo e que precisa ser urgentemente desmoralizado, ou, então, ter sua reputação assassinada por meio de fake news.

O mundo vivencia um modus operandi definitivamente cruel e sem nenhuma perspectiva de retorno ao que era antes. O homem que espelha a semelhança divina tenta recriar a seu modo, outro mundo e, por conseguinte, o resultado não se materializa conforme planejara; porque, no fundo, o homem é falto em juízo, em razão. Nele, não há o equilíbrio, não há imparcialidade, não há equidade. O sentimento que prevalece é o egoísmo, é o totalitarismo, é a violência extremada. O amor sucumbe ante a estupidez e ao desejo de posse, de controle irreversível.

Há, certamente, uma contradição fenomênica nas relações sociais estabelecidas, pois, o homem que deveria assumir a condição de um tolerante pacificador, empresta à sua história, cobrindo-a de glória e de grandeza absurda, incluindo ai a eliminação de vidas outras. Ora, o amor incondicional não nos aproxima da morte, nem mesmo da insolência. O amor é a própria vida regalada pelo horizonte fabuloso da simples existência, e o homem é a prova inequívoca disso! Mas o homem insensato, desprovido de amor, não se importa com a vida de seu semelhante, ele externa toda sua ira, seu radicalismo num ato de desamor, quando rejeita o seu semelhante, quando não o respeita!

Como podemos inverter essa tão perfeita lógica? A lógica do amor! O que há de tão majestoso e fascinante no desamor, no ódio, no egoísmo e na falsa aparência para ser tão glorificado por uma parcela significativa da sociedade mundial?

Será que a falta de amor está diretamente anexada à ideia do discurso que afirma que Deus está morto? Será verdade que Deus realmente está morto? Mas, se Deus está morto, por que os homens matam, destrói, desamam, em nome Dele? Isso precisa ser esclarecido com mais evidência e concretude. Ou, então, os homens, para justificar a guerra, a matança, a preservação de sua etnia, evocam a Deus para justificar toda essa barbárie! Não, isso não é compreensível do ponto de vista humano.

Precisamos espalhar/derramar pelos quatro cantos do mundo a mensagem do amor incondicional. O amor precisa resistir; carece de homens distintos para levantarem suas vozes e bradarem com toda força de seus pulmões que devemos sofrer por amor. É no amor que encontraremos a verdadeira paz.

O homem civilizado que não carrega o sentimento do amor incondicional não serve para construir pontes entre os divergentes. Portanto, para edificar o outro, é fundamental sentir o que o outro passa, é perceber o seu grito de sufocamento; é entrar na sua intimidade, é conhecer suas necessidades; por fim, é ser o outro primeiro para depois, ser o que é.

Será que, em algum momento de nossa história, haveremos de ter um mundo sacudido pela tão aclamada paz e pelo tão distante amor incondicional entre os seres humanos, independentemente de sua condição econômica, social, cultural, política, religiosa e étnica? O mundo suportará uma existência pacífica, sustentada unicamente pelo poderoso amor incondicional como regra básica entre os diferentes?

Ao que parece, a paz e o amor incondicional são somente dois termos que já não influem nos processos políticos. Eles são apenas um estorvo para alguns dos insensatos líderes políticos-religiosos. A bandeira pode ficar abarrotada pelo vermelho sangue derramado, mas isso, não será uma condicionante para se confirmar algum tipo de acordo que alivie a vida de quem sofre com os ataques massivos dos exércitos poderosos e sua artilharia pesada!

Diante dessa caótica realidade sociocultural a força moral se perde entre a maldade e o desprezo consubstanciado pela indelicada ausência do amor incondicional e da paz para, definitivamente, cessar-fogo contra os desamparados e desprotegidos.

O homem precisa repensar sua cultura política, reavaliar seu pensamento sobre a ideia de posse, de violação, de ultraje, de perversão e de perseguição e matança. O ser humano não veio ao mundo para ser caça e nem caçador, mas conviver num ambiente de luz, fraternidade, solidariedade, amor incondicional, respeito e esperança no amanhã de glória!

Ministério Público

O Ministério Público do Maranhão solicitou liminarmente nesta quarta-feira, 29, a suspensão do show do cantor Léo Santana na cidade de Coelho Neto. O espetáculo está previsto para o dia 28 de dezembro e o contrato foi firmado por inexigibilidade de licitação no valor de R$ 450 mil.

Na Ação Civil Pública (ACP), o promotor de justiça Williams Silva de Paiva requereu ao Poder Judiciário que determine ao Município de Coelho Neto a imediata suspensão do espetáculo musical e que o Executivo se abstenha de efetuar quaisquer pagamentos ao artista, sob pena de multa diária de R$ 10 mil a ser cobrada pessoalmente do prefeito Bruno José Almeida e Silva.

Gastos acessórios como montagem do palco principal, iluminação, som, recepção, alimentação, hospedagem, abastecimento de veículos de artistas ou pessoal de apoio, dentre outros, estão entre as despesas cujo pagamento o MPMA também solicitou que não seja efetuado com o dinheiro público.

Também foi pedido à Justiça que obrigue a administração municipal a divulgar, no site da Prefeitura de Coelho Neto, no prazo de 24 horas, aviso de cancelamento do show e ao final da ação condene a empresa Salvador Produções Artísticas e Entretenimento LTDA, responsável pelo contrato do cantor, a devolver aos cofres públicos o valor de R$ 210 mil já recebidos antecipadamente.

Ao tomar conhecimento do contrato, o promotor de justiça se reuniu com o prefeito e com a Procuradoria Municipal e foi informado que o cancelamento não seria possível devido uma cláusula contratual estabelecendo que os valores pagos não seriam devolvidos ao contratante. Na avaliação da Promotoria de Justiça, o argumento é inválido pois uma cláusula penal abusiva é nula de pleno direito e passível de controle judicial.

“MÍNIMO ESSENCIAL”

 Williams Silva de Paiva destacou, na ACP, a situação de precariedade na prestação de serviços essenciais por parte da gestão municipal. Tramitam na Promotoria de Justiça diversos procedimentos administrativos bem como já foram ajuizadas ações judiciais referentes à adoção de políticas públicas por parte do Executivo municipal.

Por exemplo, a Promotoria de Justiça instaurou investigação que apura irregularidades e precariedade no transporte escolar, recebeu reclamação sobre a falta de infraestrutura na Escola Municipal Justino Silva Barros, recebeu denúncia sobre a falta de medicamentos no Centro de Atenção Psicossocial. O promotor de justiça destacou também a ausência de saneamento básico e pavimentação na cidade.

“Esse quadro nos leva à conclusão de que o que está em jogo, na realidade, é a proteção do chamado ‘mínimo essencial’, assim compreendido como o núcleo essencial de direitos a permitirem uma existência minimamente digna por parte dos cidadãos”, argumentou, na ACP, Williams de Paiva.

Outro ponto levantado pelo MPMA é relativo à segurança pública. A Delegacia não funciona entre 18h e 8h e, em caso de prisões durante o evento, a Polícia Militar teria que conduzir os custodiados até a Delegacia Regional de Caxias, distante 116 km de Coelho Neto.

RAZOABILIDADE

O representante do MPMA questionou a contratação de um show no valor de R$ 450 mil diante do risco de estrangulamento das contas públicas e de lesão à ordem econômica governamental; violação do princípio da razoabilidade, pelo gasto de verbas públicas em um momento que devem ser priorizados os direitos sociais.

“Há que se destacar que o Ministério Público não tem nada contra a realização de evento festivo, sendo uma manifestação de um direito fundamental ao lazer garantido na Constituição Federal de 1988. Entretanto, a realização do referido evento afronta os princípios da legalidade, moralidade, eficiência, proporcionalidade e razoabilidade que orientam a administração público”, afirmou Williams de Paiva.

 Redação: Johelton Gomes (CCOM-MPMA)

O estado do Maranhão registrou saldo de 2.357 empregos com carteira assinada no mês de outubro.  Os dados são do Novo Caged e foram divulgados nesta terça-feira, 28 de novembro, pelo Ministério do Trabalho e Emprego (MTE). Nos primeiros dez meses de 2023, o saldo maranhense é de 24.567 vagas formais no estado. Levando em conta os últimos 12 meses, o saldo é de 20.994 vagas.

Em outubro, São Luís foi a cidade responsável pelo maior saldo de geração de empregos formais no Maranhão. Foram 1.291 vagas resultantes de 9.253 admissões e 7.962 demissões. O estoque total de pessoas com carteira assinada chegou a 298.825 empregos formais na capital maranhense.

Os outros quatro municípios que integram os cinco maiores saldos de empregos gerados no estado, em outubro, são Balsas (+332), Paço do Lumiar (+190), Imperatriz (+153) e Grajaú (+143). Os novos postos de trabalho no Maranhão foram ocupados, na maior parte, por pessoas do sexo feminino (+1.202). Indivíduos com ensino médio completo também foram os principais atendidos (+2.284) com as vagas.

Levando em conta os cinco setores econômicos analisados pelo Novo Caged, o Maranhão teve saldo positivo em quatro. Foram 1.069 vagas no setor de Serviços, 990 no Comércio, 563 na Agropecuária e 23 no setor da Construção. A Indústria registrou queda (-288).

NACIONAL – O Brasil fechou outubro de 2023 com um saldo de 190.366 vagas formais de trabalho. No período, houve 1,94 milhão de admissões e 1,75 milhão de desligamentos. São mais de 30 mil empregos a mais do que os gerados em outubro de 2022. Desde o início do ano, o país acumula saldo de quase 1,8 milhão de empregos formais. A variação em dez meses é positiva nos cinco grandes setores da economia e nas 27 unidades da Federação.

Os dados do Novo Caged indicam também que o estoque total, ou seja, o número de brasileiros que estavam trabalhando com carteira assinada em outubro de 2023, chegou a 44,22 milhões, o maior já registrado na série histórica levando em conta tanto o período do Caged (junho de 2002 a 2019) quanto do Novo Caged (a partir de 2020). Em outubro, a variação foi positiva em quatro dos cinco setores e em 26 das 27 unidades federativas.

Resultados positivos são mencionados por Valdeci Calixto no dia do Evangélico.

Com forte atuação também no segmento evangélico, o Vereador Valdeci Calixto publicou em suas redes sociais leis de sua autoria que impactam de forma positiva os Cristão na cidade de Codó.

Tornando a igreja serviço essencial e a leitura bíblica dentro das escolas são os destaques de autoria do Vereador.

Confira:

O Diretório Municipal do Podemos em Codó tem, agora, como presidente Agnes Oliveira, que recebeu o cargo nesta quarta-feira,29, da líder nacional do partido, Renata Abreu, em Brasília.

Participaram também deste importante momento, o presidente estadual do Podemos no Maranhão e líder do partido na Câmara, deputado federal Fábio Macedo; e o deputado estadual Francisco Nagib, esposo e grande incentivador de Agnes Oliveira.

Durante a posse, Agnes Oliveira afirmou que pretende fortalecer o Podemos em Codó, atraindo membros que têm muito a contribuir com o crescimento do partido e da cidade. “Vou atuar para que o Podemos em Codó cresça cada vez mais, se fortaleça e contribua de forma plena com o desenvolvimento da cidade.

Para isso, queremos ter como integrantes, pessoas dispostas a trabalhar com a gente em prol de um partido forte, unido e com oportunidade para todos”, disse Agnes Oliveira.

A presidente do Podemos Codó informou, também, que abrirá espaço para candidatos a vereadores e construirá um grupo coeso e forte para ampliar a atuação do partido no município e garantir a base e o apoio para o projeto do pré-candidato a prefeito de Codó, Chiquinho FC.

Agnes Oliveira tem vasta experiência em gestão pública. É atual subsecretária de Articulação Política da Secretaria de Estado de Articulação Política ( SECAP), foi secretária municipal de Desenvolvimento Social de Codó; é empresária e tem grande experiência em coordenação de campanhas políticas.

A autoavaliação destina-se aos segmentos: gestor, técnico-administrativo, discente, docente, sociedade civil e pais/responsáveis.

O formulário de acesso aos segmentos docente, discente e técnico administrativo está disponível no sistema Suap, página: https:suap.ifma.edu.br/accounts/login , na aba ” Fique atento”

O formulário destinado aos segmentos ” pais” e “sociedade civil” está disponível na página externa do Suap, na aba ” Avaliação Integrada” ou pelo link: Acessar Avaliação Integrada – SUAP: Sistema Unificado de Administração Pública (ifma.edu.br). Para acessar é necessário digitar o token: IFMA2023

O formulário ficará disponível até o dia 07/01/2024.

Dúvidas sobre a Autoavaliação pode ser encaminhadas para o email: cpa.codo@ifma.edu.br

Sobre a autoavaliação institucional:

“A Autoavaliação Institucional é obrigatória e compõe o Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior (SINAES), instituído pela Lei nº 10.861, de 14 de abril de 2004. Abrange cinco eixos temáticos:

– Planejamento e Avaliação Institucional;

– Desenvolvimento Institucional;

– Políticas Acadêmicas;

– Políticas de Gestão; e

– Infraestrutura Física.

Esse processo contínuo de autoconhecimento institucional funciona como balizador de ações, reestruturações, discussões e reflexões sobre todas as ações administrativas e acadêmicas praticadas.

A autoavaliação institucional surge ainda como instrumento para diagnóstico, reivindicações, para chamar atenção sobre a atual situação do Instituto, além de gerar respostas e tomadas de decisão.

Os benefícios advindos poderão ser expandidos para os alunos, em sua formação profissional e em sua postura como cidadãos.” ( informações retiradas da página CPA : Campus Codó (ifma.edu.br))

-Atenciosamente,

Profa. Dra. Késsia Rosária de Sousa

Presidente da CPA do Campus Codó

A expectativa dos professores contratados e seletivados de que o governo Cidade de Todos manteria seus salários,  e consequentemente os contratos, durante janeiro e fevereiro de 2024, pode não se firmar.

Recebemos a informação de que o governo pretende, em vez disso, realizar um novo seletivo.

Os prazos estaariam até definidos para o ano que vem.

Segundo o informante, o edital estaria previsto para sair dia 02 de janeiro e a Secretaria de Educação teria até 30 dias, depois do edital, para realizar o certame.

Planeja-se , inclusive,  fazer chamamento dos novos aprovados ainda em fevereiro para não atrapalhar o ano letivo.

Professores nos enviaram mensagens confirmando este planejamento,  inclusive com a confirmação,  por troca de  mensagens, da secretária de Educação e do  vereador Pastor Max (que chegou a pedir a prorrogação dos contratados na Câmara,  mas não foi atendido).

CAUTELA

Oficialmente trata-se com cautela o assunto dentro da secretaria. Ainda é preciso ver se o atual edital permite a prorrogação pretendida pelos educadores contratados e pedida pelo pastor MAX na Câmara.

A ideia é ir pelo caminho mais curto e menos oneroso, ou seja, se o edital em vigor permitir prorroga-se a duração do referido e, consequentemente,mantém-se os salários de janeiro e fevereiro. Se o edital atual não permitir não haverá outra saída ao governo senão realizar novo certame ainda que simplificado.

 

A jornalista  Yeda Martins entrevistou o professor doutor Arlane Vieira, da Universidade Federal do Maranhão, sobre o projeto que visa treinar alunos para competir na Olimpíada Internacional Cangurú de Matémática, que deve ocorrer em março ou abril de 2024.

O treinamento olímpico abriu 80 vagas em Timbiras.

As inscrições terminam hoje, 30, na escola Lourdes Coelho, e vai até às 17h. Os pais precisam apenas apresentar documentação pessoal do responsável e do aluno interessado do 3º ao 9º ano. É tudo gratuito na ESCOLA DE VERÃO.

O festejo de SANTA BÁRBARA, a dona de todos os terreiros,  segue firme sob o comando de MÃE JANAÍNA DO BITA na Tenda Espírita de Umbanda Rainha Iemanjá.

Começou dia 25 de novembro e vai até 04 de dezembro quando, às margens do rio Itapecuru, às 16h, haverá o ritual que antecede a finalização das obrigações porque  à noite tem o tambor de encerramento.

Mãe Janaína concedeu entrevista ao programa A CONVERSA É COM ACÉLIO TRINDADE desta quinta-feira, 30. OUÇA

PUBLICIDADES

A CONVERSA É COM ACÉLIO TRINDADE

EDITAL

APP RAD MAIS

Dra. Nábia, PEDIATRA

Regional

Marque Consulta

FC MOTOS

Web Fibra (99) 98426-2519

FARMÁCIA do Trabalhador

ALFA

OPTICA AGAPE

Dr. João Henrique

BRILHO DO SOL

 

CAWEB FIBRA

NATAL PREMIADO

PARAÍBA A MODA DA SUA VIDA

Venda de Imóveis Codó-MA

HOSPITAL SÃO PEDRO (HSP)

Óticas HP

CARTÃO Noroeste

SEMANA RAD+

 

 

GABRIELA CONSTRUÇÕES

Imprima

Lojas Tropical

Mundo do Real

Cacau Show – Codó-MA

 

Reginaldo

Baronesa Janaína

SÔNIA VARIEDADES

RÁDIOS NET

EAD – Grátis

Categorias