Zito Rolim parabeniza comunidade negra pelo 13 de Maio no Centro Operário Codoense

Pau de Sebo
Pau de Sebo

Como previsto na programação, muitas atividades aconteceram no 13 de Maio do município de Codó. O dia que celebra, em todo Brasil, a abolição da escravatura foi o mais emblemático e significativo da IX Semana de Denúncia Contra o Racismo, que acontece em Codó entre os dias 11 e 17 desse mês e tem como lema “Racismo. Começa com Ofensa e Termina com Justiça”

Desde as primeiras horas da manhã do dia da assinatura da Lei Áurea (Lei Imperial n.º 3.353), que libertou os escravos no Brasil, a comunidade negra de Codó celebrou a data com muito entusiasmo.

As zero hora houve a Solenidade de abertura da 59ª Festa do Negro Do Centro Operário Codoense, com apresentação do Tambor de Crioula. As seis da manhã aconteceram as salvas de fogos e depois o café da manhã para Tambozeiros.

bicicleta
bicicleta

As oito da manhã uma solenidade Cívica, com Hasteamento dos pavilhões e execução de hinos, anunciou a grande Marcha de Denúncia Contra o Racismo, que percorreu as ruas da cidade e foi encerrada com um culto ecumênico. A tarde, o esporte e o lazer foram as principais atrações, sobretudo para o público jovem, que puderam assistir corrida rústica, ciclística e atividades recreativas

O prefeito de Codó Zito Rolim participou da grande festa de premiação dos atletas e das comemorações pelos 60anos de fundação do Centro Operário Codoense, na noite do 13 Maio.

Prefeito comparece
Prefeito comparece

Acompanhando por alguns secretários, como o de Cultura e Igualdade Racial, Augusto Serra e o de Esporte e Lazer, Argemiro Filho, além de autoridades que representam a comunidade negra do município de Codó, o prefeito ressaltou a grande relevância do dia 13 para a população codoense e alertou que a tradição da cultura negra não pode ser esquecida pela comunidade.

“Para nós é sempre um motivo de satisfação estarmos reunidos com a comunidade codoense, seja o lugar que for. A prefeitura tem sido e continuará sendo uma grande parceira das entidades de Codó. Nós sabemos das dificuldades que atravessam todas essas entidades. É necessário que se faça o aporte e o apoio da prefeitura. Desde o início de nosso primeiro mandato apoiamos essas entidades, assim como o Centro Operário Codoense, por que sabemos da repercussão e da importância que elas tem para a nossa sociedade. a prefeitura mantém uma parceria com o Centro Operário e valoriza suas atividades, mas é preciso que a comunidade participe e não deixe a cultura e as tradições morrerem. Fiquei feliz por ver muitos jovens aqui hoje, mas é preciso mais participação da comunidade”, disse o prefeito

A festa no Centro Operário Codoense foi encerrada com a Escolha da Beleza Negra 2013 e com Show Baile das bandas Juras de Amor e Pizeirão do Forró. A partir de hoje, dia 14, terá início o ciclo de palestras relativas a questão do negro, que irá até o dia 17 de maio, no Salão Nobre da Prefeitura.

Raphael Fernandes

Assessoria de Comunicação – Governo Municipal de Codó   

2 comentários sobre “Zito Rolim parabeniza comunidade negra pelo 13 de Maio no Centro Operário Codoense”

  1. então, anos atras o nosso 13 de maio era uma festa só, e que a maioria da população era partipante hoje a juventude quase que não liga, que pena! os nossos jovens parecem que não dão valor à nada.

  2. 13 de maio dia de comemoração do que? os afrodescendente do Brasil NÃO tem o que comemorar, desculpe-me. Sou negro e sei como é triste a situação do negro no Brasil, mas fazer o que!!!! PELO MENOS TEMOS COTAS NAS UNIVERSIDADES.

Deixe um comentário