TRAGÉDIA – Homem mata um e fere gravemente irmão da vítima a facadas no Santo Antonio

Uma tragédia abateu uma família da rua São Gregório, bairro Santo Antonio na manhã de ontem (10).

Os irmãos Fernando e Maciel foram atacados por um sujeito identificado apenas pela alcunha de ‘Eduardinho’.

O problema, segundo uma parente informou por telefone ao blog, começou na noite de sexta-feira (9) quando Fernando dançava na porta de casa após ter comprado uma caixa de som amplificada. Eduardo, irritado com o ato, teria chamado-o de veado.

“O Fernando tinha comprado uma caixinha e tava dançando na porta da casa dele e ele (Eduardo) chegou chamando ele de viado, aí ele não gostou  e eles começaram a discutir. Este autor do crime foi embora porque  a mãe do Fernando pediu para ele sair da porta dela que ele tava procurando conversa com o filho dela. Aí ele foi embora, só que quando ele retornou, a mãe dele ainda tava deitada”, nos contou a parente

ESPERANDO NO QUINTAL

O agressor voltou na manhã seguinte e às 5h já estava no quintal da residência esperando Fernando. O chamou e quando a vítima se aproximou foi esfaqueada no peito e no abdômen.

“5h da manhã ele tava no quintal esperando os meninos acordar, aí quando os meninos acordaram ele chamou um lá, no caso o Fernando, aí o Fernando foi lá perguntar o que ele queria ainda, chegou até falando pra ele – não mexe mais comigo não, que eu não mexo com ninguém – aí quando ele falou isso, o homem já foi logo atacando ele com a faca…E A FACADA FOI ONDE? foi no peito, uma no peito e outra na barriga”, contou

IRMÃO TENTA SOCORRER

Ao ouvir os gritos de Fernando, Maciel, seu irmão, correu para socorrê-lo, mas desarmado também foi esfaqueado.

“Ele (Maciel) escutou o irmão dele pedindo socorro, foi correr pra tentar ajudar, aí quando chegou lá o outro só puxou a faca que tinha furado o irmão dele, que já tava caído, e enfiou a faca nele também”

“Pior que a mãe presenciou tudo, já é uma senhora de idade, ela”, frisou

RESULTADO

Fernando morreu na hora e foi enterrado na manhã deste domingo (11), no cemitério do Cajueiro. Maciel encontra-se internado em estado grave no Hospital Geral de Timbiras.

Eduardinho, que não se saber tratar-se de um adolescente infrator  ou de um maior de idade, continua foragido.

Deixe uma resposta